contato home voltar
voltar voltar voltar
  Idéias antigas, idéias erradas
No século passado, o médico inglês Jonh Longdon Down descreveu alguns sinais físicos semelhantes de um grupo distinto de pessoas, denominado por ele de mongolismo (semelhante aos mongóis), pelo fato das pessoas apresentarem os olhos amendoados, tais quais os da raça mongólica (originária da Mongólia). Quanto ao comportamento dessas pessoas, o médico inglês as qualificou como amistosas, amáveis, mas improdutivas e incapazes para viver socialmente.

 
Com o avanço da medicina e das novas técnicas de estimulação precoce, sabe-se hoje que o indivíduo com síndrome de Down não é improdutivo e incapaz de viver socialmente. E sim uma pessoa com necessidades especiais que precisa de um tratamento e educação dirigidas para se tornar independente.
 
 

O bebê com SÍNDROME DE DOWN tem as mesmas necessidades de carinho, amor e segurança que qualquer outro bebê. O difícil é modificar a antiga idéia incorporada pelas pessoas ao longo, de praticamente, um século.
 
As mudanças começaram a ser feitas pelo nome. O termo mongolismo foi substituído por SÍNDROME DE DOWN, em homenagem a Langdon Down. Muitas pesquisas e descobertas passaram a ser divulgadas em todo o mundo.
 
Essas informações assimiladas por todos é que vão fazer do DOWN um indivíduo respeitado, produtivo dentro do seu meio e realizado.  
   
O que é síndrome de Down ?  

Todos nós temos 46 cromossomos (menor corpo existente no interior da célula). As  pessoas com SÍNDROME DE DOWN possuem 47. Um a mais no par de número 21. Por isso a SÍNDROME DE DOWN também é chamada de trissomia do 21.

A presença de um cromossomo a mais é determinada por um acidente genético. Pode ocorrer com qualquer casal, independente da faixa etária e herdada em poucos casos.

 
   
Quem Somos?  
Associação Baiana de Síndrome de Down - Ser Down é uma associação de pais de pessoas com síndrome de Down. Uma sociedade civil, sem fins lucrativos.  

CGC(MF) 01.367.641/0001-48

SOCIEDADE CIVIL REGISTRADA NO CARTÓRIO DO 1° OFÍCIO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS, LIVRO A-6, N° 5568

CONSIDERADA DE UTILIDADE PÚBLICA ESTADUAL,
LEI N° 7.212 DE 20/11/1997

 
   
Porque criamos a Ser Down  

Por acreditar no grande potencial das pessoas com SÍNDROME DE DOWN e saber que seu desenvolvimento depende exclusivamente do tratamento e educação que lhe for dado é que, NÓS PAIS DE PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN, FORMAMOS A SER DOWN.

A associação tem como um dos seus principais objetivos integrar o indivíduo DOWN na sociedade, através da promoção de meios que facilitem o seu tratamento, educação básica e seu ingresso no mercado de trabalho.
Venha fortalecer essa comunidade !

Comunique-se conosco !

 
Esse encontro é muito importante para a vida e saúde do seu filho.  
   
 


contato home voltar