A SER DOWN                NOSSOS
                  TRABALHOS
                    PERGUNTAS
                    FREQUENTES
       Legislação  
     Textos e Artigos
     Cadastre seu Filho
     Nossos Colaboradores
     Notícias e Dicas
     Boletim Informativo
     Links Interessantes
     Contato
PROMOVER MEIOS QUE FACILITEM O DESENVOLVIMENTO DAS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN PARA A SUA INCLUSÃO PLENA NA SOCIEDADE
Notícias e Dicas
 


[12/03/2008] Medicamentos contra-indicados para indiv?duos com S?ndrome de Down

Centro de Estudos e Pesquisas Cl?nicas de S?o Paulo Ltda

Fonte: Centro de Estudos e Pesquisas Cl?nicas de S?o Paul


Medicamentos contra-indicados para individuos com Síndrome de Down (consulte seu médico pediatra tais informa??es t?m apenas um car?ter informativo) Atropina Col?rios a base de Atropina Trimetropin Espasmo-Luftal Methotrexate Sulfa Anest?sicos Todos os derivados atrop?nicos (Fonte: Centro de Estudos e Pesquisas Cl?nicas de S?o Paulo Ltda, Dr. Zan Mustacchi, pediatra especializado). A atropina - assim como outros medicamentos anti-colin?rgicos - ? frequentemente usada antes de cirurgias. Tamb?m ? empregada para espasmos intestinais e problemas de bexiga. A sensibilidade dos portadores de S?ndrome de Down a estes medicamentos deve-se ? defici?ncia extrema de acetil-colina em seus organismos. (Fonte: Kent McLeod, bioq?mico do Laborat?rio Nutri-Chem, publicado na newsletter Bridges, outubro de 1996) Os col?rios ? base de atropina devem ser igualmente evitados. S?o utilizados por oftamologistas para dilatar as pupilas em exames de fundo de olho. Devido a hipersensibilidade apresentada pelos portadores de S?ndrome de Down ao princ?pio ativo da atropina, os oftamologistas devem optar por col?rios SEM esta subst?ncia. Uma das op??es ? o col?rio Cicloplegico. Outra ? o Mydriacyl 1%. (Fonte: Dr Ruy do Amaral Pupo Filho, pediatra e pai de uma menina portadora de S?ndrome de Down) Todos os medicamentos ? base de Trimetropin, porque provocam altera??es no desenvolvimento mental (Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Prof. Dr. Jos? Carlos Cabral de Almeida) Os nomes comerciais de medicamentos ? base de Trimetropin , no Brasil, s?o: O rem?dio Epasmo-Luftal ? contra indicado porque pode piorar a hipotomia da musculatura intestinal dos portadores de S?ndrome de Down propiciando ou agravando a obstipa??o intestinal (intestino preso), j? frequente nestas crian?as (Fonte.: Dr. Ruy do Amaral Pupo Filho, pedriatra e pai de uma menina portadora de S?ndrome de Down) Methotrexate. Devido ? maior incid?ncia de leucemia entre portadores de S?ndrome de Down, este medicamento ? frequentemente usado. No entanto, a droga ? antagonista do ?cido f?lico, que os portadores de S?ndrome de Down j? t?m em menor quantidade e assimilam menos ao ingerir alimentos. (Fonte: Kent McLeod, bioq?mico do Laborat?rio Nutri-Chem, publicado na newsletter Bridges, outubro de 1996) Antibi?ticos ? base de sulfa. Causam maior incid?ncia de brotoejas, exantemas e dist?rbios de comportamento. Qualquer composto ? base de enxofre provoca efeitos adversos em portadores de S?ndrome de Down, dada a dificuldade de seu organismo em filtrar estes compostos do sangue e elimin?-los eficientemente. (Fonte: Kent McLeod, bioq?mico do Laborat?rio Nutri-Chem, publicado na newsletter Bridges, outubro de 1996) Anest?sicos, drogas psicoativas e medicamentos de uso prolongado - De modo geral, o organismo humano elimina drogas em duas fases. Na segunda fase, a droga ? conjugada ou ligada a uma das tr?s subst?ncias fabricadas pelo organismo para torn?-la sol?vel em ?gua e elimin?-la facilmente pelas vias urin?rias. Duas dessas subst?ncias s?o conhecidas: glutathione e sulfato. Ambas s?o insuficientemente produzidas no organismo de portadores de S?ndrome de Down. A terceira subst?ncia ainda n?o foi suficientemente estudada. Isso significa que qualquer droga administrada a um portador de SD ter? 2 de suas 3 vias de elimina??o comprometidas. A droga permanecer? por mais tempo no organismo, com efeitos - ben?ficos ou colaterais potenciais - mais prolongados. Precau??es e aten??o especial s?o recomendados, portanto, na administra??o de anest?sicos, rem?dios de uso prolongado, drogas psicoativas e medicamentos com per?odos terap?uticos pr?-determinados. (Fonte: Kent McLeod, bioq?mico do Laborat?rio Nutri-Chem, publicado na newsletter Bridges, outubro de 1999

 
 
Contato   Associação Baiana de Sindrome de Down © todos os direitos reservados